Capitu

Junho 5, 2011 § Deixe um comentário

E depois de quase três anos eu assisti novamente, mas eu precisava, para minha própria inspiração e apreciação. Como adoro…  a inocência nos sorrisos de Bentinho e a ousadia em seus olhos cínicos, de pálpebras pesadas, Capitu.

Um aspecto que muito me agrada nesta mini-série é o contato extremamente  melancólico do autor ao contar, tocando com uma tristeza fúnebre, os acontecimentos passados, que só ao passado pertencem, de modo que transmite a sensação de acordo com o momento, dando-os uma singularidade tocante.

Não preciso falar a respeito da óbvia admiração não só pelo palavreado estimulante, como também pela trilha sonora (BEIRUT!) e como ela se encaixa perfeita e terrivelmente bem! O figurino impecável, o cenário e os atores! A maquilagem é um ponto que acho interessante tocar, o efeito que conseguem passar com a maquilagem, é, oh, surpreendente.

Tem todos os motivos necessários para entrar na minha lista de adoração, Capitu… Capitu… Capitu…

“E eu continuei a repetir… Let the seasons begin – it rolls right on… Let the season begin – Take the big king down”

Os pés descalços de Capitu e para Bentinho o simples receio de tocar-lhe a mão

Where Am I?

You are currently browsing entries tagged with Série at Old Consciousness.