Mad World

Outubro 23, 2012 § Deixe um comentário

Ao meu redor estão rostos familiares

Lugares estragados, rostos estragados

Claro e cedo para sua corrida diária

Indo a lugar algum, lugar algum

E suas lágrimas estão encharcando seus óculos

Sem expressão, sem expressão

Escondo minha cabeça,eu quero acabar com meu sofrimento

Não há amanhã, não há amanhã
E acho isso meio engraçado

Acho isso meio triste

Os sonhos em que estou morrendo

São os melhores que já tive

Acho difícil dizer isso pra você

Pois acho difícil de encarar

Quando as pessoas andam em círculos

É um mundo muito, muito louco
Crianças esperando pelo dia em que sentirão bem

Feliz aniversário, feliz aniversário

Feitas para se sentir da maneira que toda criança deveria

Sentar e escutar, sentar e escutar

Fui à escola e estava muito nervoso

Ninguém me conhecia, ninguém me conhecia

Oi professor, diga me qual a minha lição

Olhe através de mim, olhe através de mim
E acho isso meio engraçado

Acho isso meio triste

Os sonhos em que estou morrendo

São os melhores que já tive

Acho difícil dizer isso pra você

Pois acho difícil de encarar

Quando as pessoas andam em círculos

É um mundo muito, muito louco

Amplie seu mundo

Mundo Louco

Anúncios

Tagged: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Mad World at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: