“não se pode contornar o vento”

Outubro 6, 2012 § 1 Comentário

Poucas verdades se renovam, trazendo consigo, de volta, um ciclo. Me deixei esperar por uma tangente, mas qualquer tentativa tende a ser fatalmente tediosa. Mais uma vez eu escrevo, tento vomitar palavras quaisquer para ondular a melancolia. Chamar atenção em meio a um monte de pessoas já mortas de expectativas. Não se pode contornar o vento, mas não há mais ninguém aqui sequer para dizer “eu avisei”. Só resta a melancolia no pote de doces, e eu, sozinha, tento mais uma vez me mover a caminho de qualquer lugar novo para renovar a minha estupidez com relação a tudo aquilo o que ainda me dou o direito de esperar, às vezes.

Anúncios

Tagged: ,

§ One Response to “não se pode contornar o vento”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading “não se pode contornar o vento” at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: