O Desprezo

Setembro 10, 2012 § Deixe um comentário

Eis que existem tantos a quem desprezo

Nesse desprezo sei que sou também mutuamente desprezada

Não me importa, ora, orgulho-me de ser, então, por eles desprezada

Apenas o que não sou, não posso ser, jamais serei e peço, matam-me e se um dia o for: aquilo o que tanto desprezo

Anúncios

Tagged: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading O Desprezo at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: