O Julgamento

Junho 14, 2012 § Deixe um comentário

Como se fosse um dia remoto, nós acreditamos em todos os conceitos que já tanto estabeleceram. Unido-nos uns aos outros por tentativas de felicidade. Estou sob julgamento: “você é feliz?” Eu poderia ficar pelo fato de acreditar neles, embora não sinta. Eu tento, eu juro, tento… vamos tentar afundando cada vez mais na areia movediça da nossa obstinação forçada. Partimos pelas luzes sempre nas temporadas, unindo-nos um ao outro para chorar nossas dores, noite impraticável num amontoado de saudades, eu sinto! Ah, sentimos saudades das nossas dores de tanto forçar a felicidade nos outros que não encontramos nunca. Volto mais uma vez, criança crescida, é o que eu tenho de ser. Estou sob julgamento, mais uma vez: “você é feliz?”. É importante que sejamos, é no mínimo importante que façamos tudo para sê-lo, é o que sempre dizem… Mas mais uma vez me uno a você para chorar minhas dores, me uno a você para não sumir sozinha. Nossos pais lamentam esse dia, mas mais uma vez partimos pelas luzes sempre na temporada. Posso sofrer todas as dores à luz das temporadas.

(Um Conto Por Música: The Penalty, The Flyind Club Cup, BEIRUT)

Anúncios

Tagged: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading O Julgamento at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: