Imperturbável

Fevereiro 15, 2012 § 1 Comentário

Perturba a imensidão do intocável

Com seus louros e vivos glamoures

A dor é insólita, ainda assim genuína

A paz, inalcançável, se posta atrás de mim

E com a crépida imagem daquilo que jamais vi

Fujo aos sentidos das sensações imagináveis

Beijo os lábios da incerteza

Aprofundo-me na imaturidade das minhas concepções

E em passos vertiginosos, eu caminho diretamente sem rumo

Para as águas rasas e ímpias dos meus sonhos, minhas loucuras

Por Constance, constantemente perdida em si mesma

Anúncios

Tagged: , ,

§ One Response to Imperturbável

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Imperturbável at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: