A Verdade Dos Homens de Constance

Setembro 25, 2011 § Deixe um comentário

É muita verdade que tenho uma série de homens em minha vida, cada um deles desempenhando papel deveras fundamental. Existem muitas verdades no mundo, cada uma delas, do ponto de vista uma das outras, muitíssimo absurda! Se o mundo tem cabeças demais para seguir, prefiro poupar-me o trabalho e seguir em rumo de uma única verdade, de uma única cabeça, a minha, as minhas. Minhas verdades, confesso, são todas insinceras, por isso, trato de dividi-las em diversos homens, oh, e eis o motivo que os fazem tão especiais. A Verdade Dos Homens, meus homens, meus pensamentos, minhas verdades, vistas em verdades de outras pessoas, meus tão amados homens, meus tão queridos e tão bem amados!

Se falo de verdades, tenho eu de ser mais sincera, e a grande sinceridade – apenas neste momento, pois não faço a menor ideia de que louca serei amanhã! – é a denúncia de que não existe nenhum homem que, hoje, amo tanto quanto meu Oscar. Wilde, Wilde, Wilde… reflexo de idealizações tão desiludidas e desejos tão rejeitados!

Anúncios

Tagged: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading A Verdade Dos Homens de Constance at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: