Não faz sentido

Setembro 6, 2011 § Deixe um comentário

A arte, a beleza não é uma coisa prática. E por esse motivo passa a ser tão desvalorizada pelo resto do mundo que não tem sentimento o suficiente para compreender a real necessidade de se expressar aquilo que sentimos por meio de um, por exemplo, poema.
Chega a ser engraçado o usar da palavra “sentimento” no meu comentário acima. Afinal, com o que nascemos, vivemos, morremos e sofremos? Com nossos sentimentos. A expressão do sentimentalismo se tornou algo patético, algo irrelevante, e as pessoas não conseguem enxergar o quanto isso é preciso, é humano.
E é por isso que vez ou outra, mergulho na depressão, me afogo em bebidas cigarros e palavras, escrevo algo que é ignorado por todos, mas admirado por aqueles quem ainda têm vivo em si sua parte humana, a parte sentimentalista.
E se verificarmos essas palavras, veremos que ser um artista é muito mais fácil do que aparenta. O artista não é aquele que escreve sonetos, pinta quadros, escreve romances e etc. O artista é aquele que vê beleza e sente, é o ser humano apreciador dos seus sentimentos.

por Constance, admirada e inspirada pelas Inutilidades Cotidianas de Tadeu

Anúncios

Tagged: ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Não faz sentido at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: