Quem não é Constance?

Julho 31, 2011 § Deixe um comentário

Estando em casa, sem uma lista imensa de afazeres que me sufocam, sinto que fico muito mais sensível a uma série de sentimentos. Sinto que tenho muito mais liberdade para ser eu mesma e não só  aquilo que querem que eu seja. A constante rotina movida a necessidade e não ao interesse me mata, tira de mim a minha essência, a minha depressão e até o meu compreendimento das coisas que jamais compreenderei e por isso me são tão interessantes. Me vejo dentro de tempos muito difíceis, mas, ao contrário do que sempre foi, é uma luta interna, uma rejeição de mim por mim mesma. Gostaria de saber melhor quem sou, o que quero ser. Gostaria de viver mais dentro de mim, de conhecer-me melhor. Gostaria de parar o tempo a minha volta e apenas andar… sem rumo. Hoje, sozinha, um dia de mim mesma, um dia de dormir, ler, pensar, cantar, beber o meu chá, dormir, chorar e tantas outras coisas mais, coisas feitas com dedicação total e em total relação comigo mesma. Em dias como estes, onde tenho liberdade para pensar, me vejo mais de perto e percebo que tudo não passa de uma questão de crença. Eu me tornei uma pessoa tão incrédula que o momentâneo me é importante por simplesmente não significar nada depois que aquele momento acabar. Me tornei tão incrédula que só sou capaz de chorar ou me comover com um romance escrito, ou com a história de qualquer personagem que não tenha nenhuma correlatividade com o meu “eu” real. Sou uma centena de coisas, sou incontestavelmente um poço de sentimentos e ideias, mas no meio de todas elas, não deixei nenhum mínimo espaço para mim.

Anúncios

Tagged: ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Quem não é Constance? at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: