Quando o Kapranos tentou ser romântico

Julho 2, 2011 § 1 Comentário

Katherine Kiss Me (Katherine, beije-me) – Franz Ferdinand

Katherine, beije-me
Deslize os seus pequenos lábios
Vão me dividir
Me dividir onde
Seus olhos não vão me encontrar
Sim, eu te amo, e estou sendo sincero
Eu adoraria te conhecer

Às vezes eu digo as coisas estúpidas que eu penso
Quer dizer, eu
Às vezes eu penso nas coisas mais estúpidas
Mmmmmm
E você já se perguntou
Como o garoto se sente

Katherine, beije-me
Rapidamente acabe seu cigarro, e então beije-me
Pisque os seus olhos nos meus brevemente
A sua jaqueta de couro repousa
Nas piscinas pegajosas de sidra de amora
Você percebe e reage
A cada líder, inferior a mim
Olhos
Como bolhas na máquina de lavar roupas

Mmmmm
Eu me pergunto
Como o garoto se sente

Katherine, beije-me
Pelos corredores
Passando pelos caras bobos
Sugando a luz de sódio
Sim, eu te amo, quero dizer eu
Preciso amar

E embora fico entediado com seus olhos abertos
Com os dutos transbordando sobre mim
Hoje à noite
Eu não me importo
Porque nunca me pergunto
Como a garota se sente

Eu eu acho que é por isso que eu derreto tanto por ele…

Anúncios

Tagged: , ,

§ One Response to Quando o Kapranos tentou ser romântico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Quando o Kapranos tentou ser romântico at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: