Cartas ao Oscar

Julho 1, 2011 § Deixe um comentário

Por que o estimo? Oh, o amor é de fato uma coisa valiosa, valiosíssima, na verdade! Maior é o seu mistério que qualquer outro! Mesmo após tantos anos, prevalece em mim uma espécie de respeito e admiração apenas a pronunciação do seu nome. Quem foi você, ou o que o era para mim? Seja lá o que havia sido, ainda existem vestígios. Perdoe-me se soei rude em minhas palavras, prometo encontrar-me com você em breve, talvez em um sonho ou em uma página de um livro, por que sei que sua influência está exercida sobre mim de foma acentuada, é inegável!
Tenho medo de estar soando demasiadamente tola, mas a verdade é sempre muito profunda para ser compreendida, automaticamente acaba por receber o título de mentira… e isso é tão profano!
Gostaria de poder esperar respostas suas, mas sei que poderei encontrá-lo um dia, e com a irreverência que me fascina, me fará apaixonar-me novamente…
E se assim o vejo por minha simples ignorância em desconhecer demasiados autores, por que em meio aos tantos poucos que conheço, você se destaca nessa forma de platonismo? Sim, devo eu assumir minha tendência ao platonismo de forma extremista  e muito organizada, sendo classificada em gêneros, mas isso não é assunto para essa carta, o que devo dizer é que penso estar enlouquecendo, de qualquer forma, vou terminar a carta por aqui, por que imaginação, por algum motivo (ou simplesmente por falta de motivos) já parou de processar a ideia.

Saudosamente, Constance

Anúncios

Tagged: , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Cartas ao Oscar at Old Consciousness.

meta

%d bloggers like this: